O que é: Gola de pele

A gola de pele é um acessório de moda que tem como principal característica o uso de pele animal na sua confecção. Essa peça é geralmente utilizada em casacos, blusas e até mesmo em acessórios como cachecóis e luvas. A gola de pele é conhecida por adicionar elegância e sofisticação aos looks, além de proporcionar conforto e aquecimento nos dias mais frios.

Origem e história da gola de pele

A utilização de pele animal na moda remonta a tempos antigos, quando nossos ancestrais utilizavam a pele de animais para se protegerem do frio e das intempéries. Com o passar dos anos, a pele animal começou a ser utilizada também como um símbolo de status e riqueza, sendo reservada apenas para as classes mais altas da sociedade.

No século XX, a gola de pele ganhou destaque no mundo da moda, principalmente nas décadas de 1920 e 1930. Nessa época, as peles eram utilizadas em casacos e acessórios, como uma forma de demonstrar poder e glamour. No entanto, com o passar dos anos, a utilização de pele animal na moda começou a ser questionada e criticada, devido às questões éticas e ambientais envolvidas.

Tipos de pele utilizados na confecção da gola de pele

Existem diversos tipos de pele animal utilizados na confecção da gola de pele. Alguns dos mais comuns são:

Vison:

O vison é uma das peles mais utilizadas na confecção da gola de pele. Essa pele é conhecida por ser macia, leve e extremamente luxuosa. O vison é originário de animais da família dos mustelídeos, como o vison-americano e o vison-europeu.

Chinchila:

A chinchila é outra pele muito utilizada na confecção da gola de pele. Essa pele é conhecida por ser extremamente macia e felpuda, proporcionando um toque de luxo aos looks. A chinchila é originária da América do Sul e é considerada uma das peles mais caras do mundo.

Raposa:

A pele de raposa é uma das mais populares na confecção da gola de pele. Essa pele é conhecida por sua maciez e pelo seu aspecto volumoso. Existem diversas espécies de raposas utilizadas na moda, como a raposa-vermelha e a raposa-do-ártico.

Coelho:

O coelho é uma das peles mais acessíveis e populares na confecção da gola de pele. Essa pele é conhecida por ser macia e leve, proporcionando conforto e aquecimento nos dias mais frios. O coelho é criado em cativeiro para a produção de peles, o que torna essa opção mais sustentável em comparação com outras peles de origem selvagem.

Cuidados com a gola de pele

Para garantir a durabilidade e a beleza da gola de pele, é importante tomar alguns cuidados especiais. Primeiramente, é fundamental armazenar a peça em um local arejado e protegido da umidade, para evitar o surgimento de mofo. Além disso, é recomendado evitar o contato direto com perfumes e produtos químicos, que podem danificar a pele. Caso a gola de pele fique molhada, é importante deixá-la secar naturalmente, sem utilizar fontes de calor como secadores ou estufas.

Alternativas à gola de pele

Devido às questões éticas e ambientais envolvidas na utilização de pele animal na moda, muitas marcas têm buscado alternativas mais sustentáveis e éticas para a confecção de acessórios como a gola de pele. Atualmente, existem diversas opções de peles sintéticas no mercado, que reproduzem o aspecto e a textura da pele animal, sem causar danos aos animais e ao meio ambiente.

Conclusão

A gola de pele é um acessório de moda que adiciona elegância e sofisticação aos looks, além de proporcionar conforto e aquecimento nos dias mais frios. No entanto, é importante considerar as questões éticas e ambientais envolvidas na utilização de pele animal na moda. Atualmente, existem diversas opções de peles sintéticas no mercado, que oferecem uma alternativa mais sustentável e ética para a confecção da gola de pele.